segunda-feira, dezembro 28, 2009

Onde você quer chegar?

“ -Você poderia me dizer, por favor, qual o caminho para sair daqui?
- Depende muito de onde você quer chegar, disse o Gato.
- Não me importa muito onde... – foi dizendo Alice.
- Nesse caso não faz diferença por qual caminho você vá, disse o Gato.
- ...desde que eu chegue a algum lugar, acrescentou Alice, explicando.
- Oh, esteja certa de que isso ocorrerá, falou o Gato, desde que você caminhe o bastante.”


Para bom entendedor, uma metáfora basta.
Viver no mundo das maravilhas non-sense é alucinante em sonhos... Na vida real a coisa é séria. Nesta virada de década, vou definir qual caminho seguir. Porque a vida de adulto pede um caminho determinado....
Desculpe, Alice, mas vai ter que correr sozinha atrás do coelho...

8 comentários:

Dindi disse...

"We will never grow uo, Wendy"
ok, tenho que conter minha síndrome de Peter Pan. :B


ta na hora de definir caminhos mesmo... It's hard

Lidia Zuin disse...

"Você não vê que eu estou mais para lá do que aqui?" HAUHAU ADORO ALICE. Acho genial como conseguem passar umas questões tão tensas pra um público infantil sem 'traumatizá-lo'. Como conseguem infantilizar a coisa sem ridicularizar.

Enfim... não sei se realmente tá na hora de fugir da fantasia. Sem ela, não dá pra viver. Sei que passo essa imagem de pessoa dura e fria e certamente sou assim mesmo, mas no fundo, eu gostaria de ter mais contato com a fantasia. É bom. Faz a gente fugir da escrotice que é a 'verdade'. É bom tomar rumo e não se perder na ilusão, mas sem ela, vc se torna uma pessoa amarga e nunca contente com nada... não no sentido de ambição, mas de insatisfação, infelicidade mesmo.

Mônica disse...

Ah, mas que dá vontade de continuar nessa vida de Alice por um bom tempo, isso dá!
;**

Juliana Oliveira disse...

- Amei seu blog, lindo, solar. Amo esse estilo e toda essa liberdade que sua escrita provoca. RSRSRS
Beijões fofa!

Sophia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sophia disse...

Qualquer caminho é válido?
Nem sei mais... só não quero mais parar e esperar que me resgatem das minhas fugas!

Robbie Jacks disse...

ôxi, se Alice No País das Maravilhas não tivesse sido escrito há tanto tempo, eu juraria que Carroll andou me espiando pelo buraco da fechadura... esse ano é de mudanças, lindona, para vc e para mim. Sorte para nós!!

Beijoo, saudades!


http://betajackson.blogspot.com

Joana disse...

ah, mas sabe: alice é bom porque na verdade não tem nada de fantástico/maravilhoso. no final, tudo faz muito sentido quando paramos e refletimos. pura filosofia.